domingo, 21 de dezembro de 2014

2 Francos Franceses (1979) - França

Bandeira da Fraça
História: A República Francesa  (veja localização) é o terceiro maior país da Europa, com quase 544 mil km². Possui uma das maiores economias do mundo. Com a decadência do Império Romano do Ocidente surgem os francos, que eram uma tribo de origem germânica. Durante o século XVI e XVII teve monarquias absolutistas até que em 1789 eclodiu a Revolução Francesa, que derrubou o rei Luís XV. Em 1804 o jovem comandante Napoleão Bonaparte chega ao poder e causa um clima de tensão na Europa. Atualmente a França é uma república presidencialista.

Reverso (acervo pessoal)
Anverso (acervo pessoal)
Marianne em um selo postal
Descrição: A moeda mostrada acima tem em seu reverso o lema da França: "LIBERTÉ, ÉGALITÉ, FRATERNITÉ" (liberdade, igualdade e fraternidade) utilizado originalmente na Revolução Francesa. Há também a inscrição do valor (2 francs), seu ano de cunhagem (1979) e a Flor de Lis, símbolo não-oficial francês, que representava a monarquia Francesa. O anverso mostra o maior símbolo da República Francesa: Marianne.

Marianne: Figura alegórica de uma mulher, usando um barrete frígio, que personifica a República na França e representa a permanência dos valores da república (liberdade, igualdade e fraternidade). Seu nome vem da contração dos nomes Marie e Anne, muito comuns na época da Revolução Francesa. Sua representação mais famosa é a do quadro "A liberdade guiando o povo" de Eugène Delacroix.

Liberdade Guiando o Povo, de Eugène Delacroix
PS: Parte desse texto encontra-se em outras postagens sobre a França.
Fonte: Wikipédia

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Quais as moedas de real são mais valorizadas?

Segunda Família de moedas do Real

As moedas são valorizadas de acordo com dois critérios: a quantidade de exemplares colocados em circulação e eventuais falhas. Às vezes com um pouco de sorte você pode ter um pequeno tesouro escondido em casa. Veja abaixo quais são as moedas de real mais valorizadas.


Moeda Comemorativa de 1 Real Cinquentenário dos Direitos Humanos (1998)

Moeda Cinquentenário dos Direitos Humanos (1998)

Esse exemplar lançado em 1998 em comemoração aos 50 anos dos Direitos Humanos é quase desconhecida pela maioria da população, pois apenas 600 mil peças foram cunhadas. Atualmente existem sites de leilão que cobram até R$80,00 por exemplar. Particularmente, eu ainda procuro por essa moeda. O problema é seu preço cada vez mais inflacionado.


Moeda de 10 centavos em Homenagem à FAO (1995)

Moeda Comemorativa de 10 Centavos da FAO (1995)

Essa moeda em homenagem à FAO (Food and Agriculture Organization), órgão da ONU de combate à fome, teve a tiragem de 1 milhão de exemplares e em alguns sites pode ser encontrada até por R$25,00. Veja mais detalhes desse exemplar aqui mesmo no Dinheiro de Metal.


Moeda de 25 centavos em Homenagem à FAO (1995)

Moeda Comemorativa de 25 Centavos da Fao (1995)

Mais uma moeda cunhada em homenagem à FAO, com tiragem de 1 milhão de exemplares e que também pode ser encontrada em sites de leilão por até R$25,00. Veja mais detalhes aqui mesmo no Dinheiro de Metal.


Moeda de 1 Real - Primeira Família (1994)

Moeda de 1 Real (1994)

Essa moeda de 1 real saiu de circulação em 23 de dezembro de 2003 e pode ser vendida por até R$15,00. Veja mais sobre essa moeda aqui.

sábado, 6 de dezembro de 2014

5 Cêntimos (2007) - Venezuela

Bandeira da Venezuela
História: A República Bolivariana da Venezuela (veja localização) é um país localizado na América do Sul. Sua principal riqueza é o petróleo. A colonização espanhola naquela região se deu após 1520. Em 1567 a cidade de Caracas foi fundada e em pouco tempo se tornou um importante centro comercial. Após várias tentativas frustradas de independência, ela chega em 1821, com a formação da Grande Colômbia (Colômbia, Venezuela, Equador e Panamá). Após a morte de Simón Bolívar, herói da independência na região, a Venezuela se desliga da Grande Colômbia. O século XX foi marcado por governos autoritários e golpes de Estado. O início do século XXI  tem como destaque o governo de Hugo Chavez, que está no poder há mais de uma década. Veja o exemplar abaixo:

Reverso (acervo pessoal)
Anverso (acervo pessoal)

Descrição: A moeda mostra, em seu reverso, a inscrição de valor (5 cêntimos), oito estrelas (conforme a bandeira) e que representam sete províncias que assinaram o ato de independência e a oitava estrela foi acrescentada em 2006. O reverso mostra o ano de cunhagem (2007), a inscrição "REPUBLICA BOLIVARIANA DE VENEZUELA" e o Brasão de Armas venezuelano.

Brasão de Armas
Brasão de Armas: o atual Brasão é praticamente o mesmo usado desde 18 de abril de 1836. É composto por um escudo dividido em três quartéis (ou partes). O quartel da direita é vermelho e contém um feixe de espigas, que simbolizam a união dos estados da República e a riqueza da nação. O quartel da esquerda é amarelo, apresentando armas (lança e espadas) e dois pavilhões nacionais entrelaçados por uma coroa de louro, representando o triunfo alcançado durante a Guerra de Independência do país. O terceiro quartel é azul e ocupa a parte inferior do escudo, nele figurando um cavalo branco indomado, símbolo da liberdade e da independência. Como timbre o escudo tem duas cornucópias, que derramam frutos e flores do país. O escudo encontra-se rodeado à direita por um ramo de oliveira (alusão à paz) e à esquerda por um ramo de palmeira (alusão à virtude), estando estes atados na parte inferior por uma fita composta pelas cores da bandeira nacional. Na parte azul da fita podem ser lidas as seguintes inscrições a dourado: à direita do escudo, 19 de Abril de 1810, Independencia; à esquerda, 20 de Febrero de 1859, Federación, e ao centro República de Venezuela. Em 2006 sofreu algumas alterações.
Fonte: Wikipédia

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

1 Centavo de Real (1994)

Moeda de 1 centavo
Plano Real: Foi o mais amplo plano econômico realizado no Brasil. Seu objetivo era controlar a hiperinflação que assolava o país, que em junho de 1994 chegou a 46,58% ao mês. Contudo, ao contrário do que se imagina, as mudanças foram gradativas. O primeiro passo foi equilibrar as contas públicas com aumento da arrecadação e corte nos gastos do governo. Em 1993, o então ministro da fazenda Fernando Henrique Cardoso criou o Cruzeiro Real, moeda criada para ajuste de valores. Em fevereiro de 1994 foi criada a Unidade Real de Valor (URV), que serviu como base para as atividades econômicas até a implantação da nova moeda. Em 1º de Julho de 1994 surge a nova moeda, o Real (R$). Cada CR$ 2750,00 teria o valor de R$ 1,00. Com isso, a inflação, que acumulada de janeiro a junho de 1994 foi de 815,6% passou a 6,08% em julho. Entre 1967 e 1993, a inflação aumulada foi de 1.142.332.741.811.850%.

Primeira Família de Moedas do Real: A hiperinflação que assolou o país fez com que os brasileiros não utilizassem as moedas, visto que as cédulas rapidamente perdiam valor. O Plano Real trouxe as moedas de volta ao bolso das pessoas e mudou hábitos há tempos abandonados. A primeira família de moedas do Real, ainda em circulação, foi cunhada entre 1994 e 1997. Observe o exemplar abaixo:

Reverso (acervo pessoal)
Anverso (acervo pessoal)
Representação da República
Descrição: A moeda, feita de aço inoxidável, tem desenho semelhante todas as moedas da primeira família (com exceção da moeda de 25 centavos). Possui em sei reverso a inscrição indicativa de valor (1 Centavo), ladeada por ramos de louros. Abaixo, os dísticos "centavo" e o correspondente ao ano de cunhagem (1994). O Anverso mostra à direita, a efígie representativa da República, ladeada por representação estilizada de ramo de louros. Na parte inferior, a inscrição "BRASIL".

Efígie da República: É a personificação do regime republicano e do próprio estado onde esse regime vigora. Geralmente a imagem da República é representada, iconograficamente, por uma mulher, ostentando um barrete frígio (touca ou carapuça usada pelos republicanos franceses na tomada da Bastilha, em 1789). No Brasil, ela se tornou um símbolo do país, com a proclamação da república em 1889.

Gostou do conteúdo? Curta a fã page do Dinheiro de Metal e acompanhe as atualizações.

Ps: Acompanhe a Era FHC.
Fonte: Wikipédia

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Moeda Centenário de Ary Barroso (2003)

Moeda comemorativa em prata
Personagem: Nascido em Ubá, Minas Gerais, em 7 de novembro de 1903, Ary Barroso formou-se em Direito no Rio de Janeiro, mas foi como músico e compositor que se consagrou no Brasil e no exterior. São dele algumas das músicas brasileiras mais conhecidas em todo o mundo, como "Aquarela do Brasil", "No Tabuleiro da Baiana", "Na Baixa do Sapateiro", "É Luxo Só" e muitas outras. O estilo inovador e a musicalidade característica de Ary Barroso estão presentes em suas obras, que hoje constituem parte importante do patrimônio musical brasileiro, ajudando a consolidar a identidade cultural e a imagem do país. Dono de uma personalidade inventiva, Ary atuou em diversas áreas, atingindo grande destaque em todas elas: foi maestro, pianista, locutor esportivo, radialista, e até vereador, tendo dedicado seu mandato principalmente à luta pelo reconhecimento dos direitos autorais dos artistas. Comandou também vários programas de calouros, lançando grandes nomes da música brasileira, como Luís Gonzaga e Altamiro Carrilho, entre outros. Ary Barroso faleceu em 1964, aos 61 anos, no Rio de Janeiro. Foram cunhados 20 mil exemplares em prata e 5 mil em ouro. Veja o exemplar em prata abaixo:


Reverso em Prata
Anverso em Prata


Exemplar de Prata: O anverso retrata Ary Barroso na sua atividade de locutor esportivo, usando o microfone e o fone de ouvido. Completam a composição a clave de sol e as legendas "CENTENÁRIO", "ARY BARROSO", "1903" e "2003". O reverso traz a figura do compositor ao piano e, ao fundo, traços estilizados de uma orquestra. Do reverso constam, ainda, o valor facial (2 reais) e a legenda "BRASIL".

Moeda comemorativa em ouro
Exemplar de Ouro: O anverso apresenta uma caricatura de Ary Barroso, que aborda a faceta jocosa e informal da personalidade do compositor, muito presente na memória popular. As legendas, iguais àquelas do anverso da moeda de prata, conferem unidade visual ao conjunto. No reverso, uma composição estilizada - mesclando uma partitura musical e o teclado de um piano - faz alusão à produção artística do homenageado. Completam a composição o valor facial (20 reais) e a legenda "BRASIL".

Curiosidade: Em 1942, devido à Segunda Guerra Mundial, houve grande tentativa dos Estados Unidos em buscar o apoio dos países sul americanos. Em agradecimento ao apoio, Walt Disney fez uma série de quatro desenhos animados conhecida como Alô Amigos (Saludos Amigos). Nesses episódios, surge o Pateta vestido de gaúcho no Uruguai e Pato Donald no Lago Titicaca, na Bolívia e conhecendo o Rio de Janeiro. É nessa animação que surge o papagaio brasileiro Zé Carioca, sempre ao som de Aquarela do Brasil, de Ary Barroso, que chegou a chorar ao ouvir a versão cantada por Aloysio de Oliveira. Veja abaixo parte da animação:


Trecho do desenho Alô Amigos, de Walt Disney
Fonte: Banco Central

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Qual é a Origem do Cifrão ($)?

Cifrão
História: Você certamente já se perguntou sobre o significado daquele "S" cortado por duas linhas que simboliza o dinheiro.O cifrão, cujo símbolo é o $, é o marcador de moeda de alguns países da América do Sul: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Suriname e Uruguai. O símbolo está fortemente associado ao contexto monetário e financeiro. Com o passar dos anos as moedas começaram a ter uma representação gráfica, geralmente constituída por duas partes: uma sigla de designação abreviada para o padrão monetário, que varia de país para país, e o cifrão, símbolo universal do dinheiro e que se origina etimologicamente do árabe cifr(صفر). A mina de prata de Potosi na Bolívia (veja localização) gerou muita riqueza. As moedas cunhadas ali, chamadas reales (ou columnarios), deram origem ao Dólar Estadunidense e ao símbolo do Cifrão presente em moedas sul americanas. Veja esse exemplar abaixo.

Real de Potosi, cunhado em 1768
Plus Ultra, em Sevilha
A origem do símbolo: Os reales eram cunhados com os dois hemisférios da terra, o dístico plus ultra (VTRA QUE VNUM, que significa algo como "ambos como um") e as colunas de Hércules presentes no Brasão Espanhol. Uma versão afirma que, com o tempo, os dois hemisférios foram substituídos por uma flâmula como na figura ao lado. A outra versão é a de que o general berbere Tariq ibn Ziyad, ao conquistar o Reino dos Visigodos (atual Espanha) teria chegado pelo Estreito de Gibraltar, que divide a Europa da África. Para celebrar o feito, Tariq teria mandado cunhar moedas comemorativas com a gravura de uma linha sinuosa em forma de "S", cortada por duas linhas paralelas, representando as duas colunas de Hércules, significando força, poder e esperança.

Estreito de Gibraltar
Colunas de Hércules: era o nome dado às elevações rochosas que existem no estreito de Gibraltar, um na África e outro na Europa (veja localização). O nome se origina na mitologia grega quando Hércules, para realizar um de seus doze trabalhos, teria necessidade de transpor um estreito marítimo. Dispondo de pouco tempo, resolveu abrir o caminho com seus ombros ligando assim o mar Mediterrâneo ao Oceano Atlântico. De um lado, ficou um grande rochedo, mais tarde chamado Gibraltar (monte Calpe) e do outro lado o monte Hacho ou o monte Musa (Abília ou Ábila), o primeiro situado em Ceuta e o segundo a alguns quilômetros para oeste. Os dois montes depois de separados passaram a ser denominados "Colunas de Hércules". O estreito foi ultrapassado pelos fenícios em suas rotas marítimas.

Ps: A moeda mostrada não faz parte do meu acervo pessoal.

Fonte: Revista Aventuras na História, edição 115 e Wikipédia

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

10 Cêntimos (1993) - Peru

Bandeira do Peru
História: A República do Peru (veja localização) é um país sul-americano, com 1,2 milhão de km². É uma república presidencialista democrática e seu idioma oficial é o espanhol. A região é habitada desde 10000 a.C. No século XV surge o império Inca, um poderoso Estado que, em um século, formou o maior império da América pré-colombiana. Em 1532, aventureiros espanhóis, liderados por Francisco Pizarro derrotaram, capturaram e executaram o imperador inca Atahualpa. Dez anos depois, a Coroa Espanhola cria o Vice-Reino do Peru, que tinha como principal atividade econômica a mineração feita com o trabalho forçado indígena. Sua independência foi declarada em 28 de julho de 1821, graças às campanhas militares promovidas por José de San Martim e Simon Bolivar. No século XX, o Peru passou por um Regime Militar. Na década de 1990, o governo de Alberto Fujimori, buscou lutar para consolidar a democracia, no entanto, denúncias de autoritarismo e corrupção forçaram sua renúncia. Desde então o país tenta lutar contra a corrupção, enquanto mantém bons índices econômicos desde 2006. Veja o exemplar abaixo:

Reverso (acervo pessoal)
Anverso (acervo pessoal)

Descrição: A moeda acima mostra, em seu reverso, a inscrição do valor (10 cêntimos) cercado por desenhos indígenas. O anverso mostra o Brasão de Armas do Peru, ano de cunhagem (1993) e a inscrição "BANCO CENTRAL DE RESERVA DEL PERU".

Brasão de Armas do Peru
Brasão de Armas: O Brasão foi criado em 1825, quando Simón Bolivar e o Congresso Constituinte definiram os símbolos nacionais. Foi projetado pelos congressistas José Gregório Paredes e Francisco Javier Cortés. A descrição oficial afirma que: "As armas da Nação peruana são compostas por um escudo dividido em três campos (forma polonesa), uma luz azul, para a esquerda, que irá ter a uma vicuña olhando para dentro; outro branco, à direita, onde uma árvore cinchona está localizada; e outro, de cor vermelha, em baixo, com uma cornucópia derramando moedas, significando com estes símbolos, o richnesses do Peru, nos três reinos naturais. A blindagem tem uma crista Civic Crown plana; e escoltados de cada lado por uma bandeira e padrão de cores nacionais". Em 1950 houve algumas pequenas alterações em sua proporção.

PS: Parte desse texto se encontra em outras postagens sobre o Peru.
Fonte: Wikipédia

terça-feira, 16 de setembro de 2014

1 Dollar (1994) - Hong Kong

Bandeira de Hong Kong
História: Hong Kong  (veja localização) é uma região administrativa da República Popular da China. Foi colônia britânica de 1842 até 1997. A cidade é um centro cosmopolita, com gigantescos arranha-céus, uma transição entre ocidente e oriente. Possui leis alfandegárias próprias, uma própria moeda (dólar de Hong Kong), direitos de negociação de tratados (como tráfego aéreo) e leis de imigração próprias. O Dólar de Hong Kong é a nona moeda mais transicionada no mundo. Em inglês, é abreviada com o cifrão ($), no entanto, em cantonês (dialeto chinês) é representado pelo caractere 圓.


Reverso (acervo pessoal)
Anverso (acervo pessoal)
Bandeira de Hong Kong até 1997
Descrição: a moeda apresentada mostra, em seu reverso, o ano de cunhegam (1994), a inscrição de seu valor (em inglês) e caracteres em catonês e chinês tradicional. o anverso mostra a flor Bauínia de Hong Kong (Bauhinia blakeana), conhecida também como pata de vaca, a inscrição "HONG KONG" no alfabeto ocidental e seu equivalente em chinês tradicional (香港).

Bauínia de Hong Kong (Bauhinia blakeana)
Fonte: Wikipédia

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Moeda Comemorativa do Tetracampeonato Mundial de Futebol (1994)

Moeda Comemorativa em Prata
O futebol constitui traço cultural de forte expressão no Brasil e atua como elemento de integração, promovendo o otimismo e o orgulho nacionais, resultado de vitoriosa trajetória em competições internacionais. Assim, a Diretoria do Banco Central do Brasil, em 11.10.94, autorizou a cunhagem de moedas comemorativas, de curso legal, em ouro e prata, nos valores faciais de R$ 20,00 e R$ 4,00, respectivamente, para registrar fato inédito da história esportiva - a conquista, pela quarta vez, do Campeonato Mundial de Futebol. A tiragem foi limitada a 9 mil exemplares de prata e 2 mil em ouro.

Reverso da Moeda em Prata
Anverso da Moeda em Prata

Moeda Comemorativa em Ouro
O reverso traz alegoria das distorções na rede, no momento de um gol, e o valor de face. No anverso, a construção plástica em dois planos representa, no primeiro, a imagem de mãos erguendo o troféu - gesto de posse da vitória - e o segundo, imagens integradas alusivas ao pavilhão nacional - referência ao gesto de vestir a bandeira, tantas vezes praticado por jogadores e torcedores em todo o Brasil-, bem assim da bola e rede, registrando o instantâneo de um gol. 


Seleção Brasileira Campeã Mundial de 1994
Em pé: Taffarel, Jorginho, Aldair, Mauro Silva, Márcio Santos e Branco
Agachados: Mazinho, Romário, Dunga, Bebeto e Zinho

domingo, 31 de agosto de 2014

Moeda Comemorativa dos XV Jogos Pan-americanos (2007)

Moeda comemorativa em prata
Rio 2007: No período de 13 a 29 de julho de 2007, o Rio de Janeiro sediou a XV edição dos Jogos Pan-americanos, competição que se realiza de quatro em quatro anos, e que teve sua primeira edição em 1951, em Buenos Aires, capital da Argentina. A cada edição, os Jogos Pan-americanos foram crescendo de tamanho e importância. Em menos de meio século, o evento dobrou em número de países, atletas e modalidades, até tornar-se uma das principais competições do calendário esportivo mundial. Com o objetivo de divulgar e registrar os Jogos, o Banco Central do Brasil lançou moedas comemorativas de cuproníquel e prata em alusão ao evento. Foi autorizada a cunhagem de 20 mil exemplares em prata e 50 mil em cuproníquel.

Reverso em prata
Anverso em prata

Moeda comemorativa em cuproníquel
Exemplar: Os anversos trazem a logomarca oficial dos XV Jogos Pan-americanos. No reverso da moeda de prata, composição com dois ícones representativos da cidade do Rio de Janeiro, sede do evento: à esquerda, o Pão de Açúcar; e à direita, as linhas sinuosas da calçada de pedras portuguesas da Praia de Copacabana. Complementando o desenho, as legendas “XV Jogos Pan-americanos”, “5 reais” e “Brasil 2007”. No reverso da moeda de cuproníquel, A imagem de um atleta correndo, tendo ao fundo linhas representativas das raias da pista de atletismo. Complementando o desenho, as legendas “XV Jogos Pan-americanos”, “2 Reais” e “Brasil 2007”.
Logomarca dos XV Jogos Pan-americanos Rio 2007

terça-feira, 26 de agosto de 2014

1 Córdoba (1997) - Nicarágua

Bandeira da Nicarágua
História: A Nicarágua  (veja localização) é o maior país da América Central, com 129,5 mil km² de extensão. Os primeiros habitantes chegaram à região há milhares de anos, mas não há muitos registros indígenas. Os espanhóis chegaram na região juntamente com o navegador Cristóvão Colombo, em 1502. Foi colônia da Espanha até 1821, quando declarou sua independência. Após alguns conflitos, os liberais, que lutavam por um país soberano e independente, proclamaram a república em 1838.

No início do século XX, a Nicarágua passou por um momento delicado, sendo sob a ditadura de José Santos Zelaya (1893 - 1909) ou pelas sucessivas intervenções dos Estados Unidos. Durante quarenta anos, a família Somoza tomou o poder e somente foi tirada do poder após uma guerra civil que custou mais de 30 mil mortes. Atualmente, a frágil democracia nicaraguense está se reformulando, tanto que elegeu como presidente o socialista Daniel Hortega (2001 - 2011).

Reverso (acervo pessoal)
Anverso (acervo pessoal)
Brasão de Armas da Nicarágua
DescriçãoA moeda corrente da Nicarágua é o Córdoba. Seu nome vem de uma homenagem ao conquistador espanhol Francisco Hernandez, nascido em Córdoba, fundador da capital nicaraguense. O exemplar acima mostra, em seu reverso, a expressão "EN DIOS CONFIAMOS" (Em Deus confiamos), seu valor (1 Córdoba), dois ramos de louro e seu ano de cunhagem (1997). Seu reverso mostra o Brasão de Armas da Nicarágua e as expressões presentes na bandeira, "REPÚBLICA DE NICARAGUA" e "AMERICA CENTRAL".

Brasão de Armas: aprovado em 1823, ele sofreu diversas alterações, sendo que a última foi em 1999. O brasão mostra um triângulo equilátero que significa igualdade, o gorro frígio simboliza a liberdade e os cinco vulcões representam a união e a fraternidade entre os cinco países da América Central (Nicarágua, Honduras, Guatemala, Panamá e Costa Rica).
Fonte: Wikipédia
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...